Espremo

Sou alguém que não posso deixar de ser.

Desse jeito: compelida.


E eu me espremo,

porque não passo.

E eu me toco,

e não me sinto.

Então me espremo,

e não me acho.

2 Response to Espremo

5 de março de 2009 11:46

Talvez se você deixar alguém te espremer, a laranja dê um suco bem gostoso.

7 de março de 2009 16:48

esse tava no seu about me, né? não sabia que era seu! muito, muito bom :)

 

Labels

Copyright © 2009 lo increible y lo frágil que es todo All rights reserved.
Converted To Blogger Template by Anshul Theme By- WooThemes